Notícias

31 Jul 2017 Passos largos para a internacionalização do Grupo ISG

Na sexta-feira (28/07), ocorreu a segunda reunião do Grupo de Trabalho de Internacionalização da ISG. Participaram do encontro, os gestores da VOOD, William Guiraldelli e João Fadder, os membros da área Comercial, Maria Tila e Eduardo Borelli, os representantes da área de Governança e Negócios, Marcia Kamada e Marco Bettini, que se reuniram com os representantes da Cubo Start International BusinessIncubation e Caribros International Marckets Statregists, Fernando Cariello e José Werner, empresas estabelecidas em Miami (EUA).

                                      

No dia 14 de julho o ISG foi visitado por Cariello, que foi recebido pelo gestor do projeto de internacionalização, Marco Bettini, e os diretores do grupo.Cariello tem especialização em Business pela Universidade de Harvard e mais de 15 anos de experiência no desenvolvimento de novos negócios internacionais na área de TI, da incubação, elaboração do plano de negócios até a inserção das empresas nos mercados internacionais. “Participei da criação do Programa Brasil IT+ e estou envolvido com o fomento e a exportação do software brasileiro em diversas ações do Governo Federal e entidades do setor de exportação e promoção, como a Apex Brasil e a Softex.”, explica.

 

O objetivo da reunião foi discutir o modelo e as estratégias de inserção no mercado internacional. Entre os produtos que despertaram a atenção foi o Firewall UTM Vood que já conta com versão enterprise disponível em 26 línguas, além da versão home. “Dentro do nosso leque de produtos estamos trabalhando na versão que pode ser utilizada dentro das residências para controlar equipamentos, como a tv e a internet dos seus filhos por meio de dispositivos móbiles onde quer que você esteja”, explicou William Guiraldelli.

19 Jul 2017 Estudantes assistidos pela JA conhecem o Grupo ISG

Os estudantes e membros da Junior Achievement (JA), Natália Pereira e Luís Artur passaram pela experiência Programa Empresário – Sombra por 1 dia do Organização Não Governamental Junior Achievement no Grupo ISG, nesta segunda-feira (17/07). Eles acompanharam a rotina dos diretores Heverton Ferreira, Leandro Ligoski e João Aureliano Neto. “A experiência foi engrandecedora para a minha carreira e também para a minha vida. O Heverton me deu muitos conselhos e também me apresentou o grupo de empresas com muito entusiasmo. Enche os olhos de conhecer”, explica Luís Artur, estudante de Administração da UnB.

A longo prazo, o estudante pretende empreender e desenvolver uma start up. Para Natália Pereira, estudante do 2º ano do IFB campi São Sebastião, a oportunidade a levou a um aprendizado. "Eu gosto da área de tecnologia, designer. Pretendo investir em uma formação direcionada para esta área ou de games me interessa bastante. Foi muito proveitoso o dia no Grupo ISG. Vale a pena", aponta.

Programa Junior Achievement

A organização Não-Governamental (ONG) Junior Achievement tem inserção em mais de 100 países, engloba mais de 470 mil voluntários e mentores. Além de atender mais de 10 milhões de jovens ao redor do mundo por ano.

A missão da JA é inspirar e preparar jovens para serem empreendedores, cidadãos que realizam e contribuam positivamente para o desenvolvimento do País.  Saiba mais. 

02 Jun 2017 ISG abre escritório em Goiânia

De acordo com análise do Instituto Mauro Borges, segmento de Tecnologia da Informação tem expandido no estado de Goiás


Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiânia tem uma população estimada em 1,4 milhões de habitantes. O estudo do Instituto Mauro Borges (IMB) de 2015, entidade de pesquisa ligada a Secretaria de Planejamento e Gestão de Goiás (Segplan-GO) aponta que a economia goiana passa por uma modernização e diversificação para maior competitividade no mercado. Um segmento de grande expressão no mercado goianiense é a agropecuária.
No caso específico da agropecuária para atingir patamares globalizados é importante acompanhar a inovação no processo de produção, qualificar a mão de obra e utilizar os recursos tecnológicos disponíveis tanto no trabalho em campo quanto na gestão do processo. Mas para além da agropecuária, outros setores também estão se modernizando e precisam de acompanhamento.
O Grupo ISG formado por empresas de Tecnologia da Informação Comunicação (TIC) já desenvolvia ações comerciais na capital goianiense. Com o objetivo de expandir a operação, em maio deste ano, a aposta foi abrir um novo escritório em Goiás, na capital Goiânia.
"Conheço boa parte dos clientes, parceiros e as 'dores' principais do segmento. Tenho convicção que temos o melhor portifólio de soluções para ajudar a resolver os problemas de TI e melhor automatizar os processos de gestão", apontou o diretor que assumiu o comando do escritório em terras goianienses, Néri Júnior.
Além da expertise de 31 anos no mercado de TI, Néri nasceu e cresceu em Goiânia. "Minha tarefa é dar continuidade a ampliação do grupo, principalmente de apresentar ao mercado goianiense o modelo de Escritório de Gestão".
Segundo o gestor, o objetivo é ampliar o escritório a médio prazo (de 3 a 5 anos), montar uma equipe especializada para aproveitar as oportunidades que o mercado privado e público da capital propicia.

Endereço
Intelit em Goiânia
Avenida Deputado Jamel Cecílio nº 2699, Quadra 325, Lote 16. Ed Metropolitan – Torre Tóquio – Sala 1817 – Jardim Goiás
CEP: 74810-100

11 Mai 2017 Grupo ISG participou da Export Day

O evento integra as ações da Apex Brasil e Softex para apresentação dos HUB´s nos Estados Unidos e faz parte do Projeto Brasil IT+

De acordo com um levantamento feito com 7.666 empresas brasileiras, entre 1997 e 2002, pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Avançadas (IPEA), constatou-se que as empresas brasileiras que exportam são 50,2% mais produtivas (na relação agregado/trabalhador), faturam 169,1% a mais, empregam 83,5% mais trabalhadores e pagam salários 16,3% superiores da média das que não exportam. Essa experiência internacional e inserção pode ser um aprendizado para as empresas que ousam em conquistar essa fatia de mercado.

O Grupo ISG acredita que esse universo pode ser positivo para os negócios das empresas que a compõe. Com objetivo de adentrar neste mercado internacional, o Grupo ISG participou do evento Export Day promovido pela Softex Brasil em parceria com a Apex na última semana. "Aprofundar e consolidar as estratégias de internacionalização das empresas que integram o grupo é essencial para ampliar os negócios no mercado internacional. A participação neste evento foi de suma importância, pois propiciou uma visão ampla dos rumos para a internacionalização de forma planejada", explica o especialista em Inteligência de Mercado, Marco Antonio Gomes.

Ele foi o representante do Grupo formado por 12 empresas do ramo da Tecnologia da Informação e Comunicação. Gomes aproveitou a ocasião para prospectar novos negócios. "Conseguimos agendas positivas com países como Colômbia, Chile, Estados Unidos, Argentina, México. Além disso, conhecemos o HUB-55 – escritório inaugurado em abril pela Apex e Softex em Connecticut (EUA), que estende acesso a costa leste dos Estados Unidos e Canadá, com o intuito de preparar a inserção no mercado internacional ", explica. Outro fato interessante apresentado pelas entidades foi a possibilidade de teste drive e soft landing para empresas vivenciarem o ambiente internacional.

Entre os participantes que fizeram contato com o especialista do Grupo ISG estava o representante do governo do Chile, Salvatore Di Giovanni que demonstrou bastante interesse no portifólio de soluções do grupo.

Várias empresas apresentaram seus cases de inserção no mercado internacional, experiências positivas e negativas, estratégias e análises do contexto sócio-cultural e político dos diversos mercados. O diretor do Programa de Acesso Global da Escola de Gestão da Universidade da Califórnia (UCLA), Robert Foster apresentou as características do projeto que elabora estratégias para entrar em novos mercados e fomentar o plano estratégico de negócios para expansão internacional.

Representantes das entidades de fomento, incentivo e benefícios de alguns países também apresentaram seus projetos. Dentre eles: Pro Mexico, InvestChile, Enterprise Flórida, Cancillería Colômbia, Copenhagen Institute For Futures Studies e organizações da Argentina.

03 Abr 2017 Eficiência no modo de gerenciar

Instituições que visam a alta performance nos negócios buscam formas de melhor administrar a mão de obra e reduzir os custos

No mundo contemporâneo, as empresas evoluíram na forma de administrar o negócio. Com objetivo de acompanhar este ritmo, as empresas passaram a terceirizar parte do processo para que elas foquem nas atividades que julguem necessárias para o crescimento do negócio.

"É uma transformação que o universo corporativo tem vivenciado. Contamos com uma equipe de profissionais especializados, focamos na melhoria dos processos dentro das empresas. Além disso, para um apoio completo utilizamos as ferramentas tecnológicas mais modernas do mercado para eliminar o retrabalho, aumentar a produtividade, diminuir a rotatividade de pessoal, identificar as necessidades e promover treinamentos. O objetivo é garantir que os profissionais tenham o melhor desempenho e a maior produtividade no trabalho", analisa o diretor da Intelit Service, Regis Salomão.

De acordo com artigo técnico da Revista Eletrônica de Contabilidade da Universidade Federal de Minas Gerais, a necessidade da terceirização surgiu para sustentar vantagens competitivas, reduzir custos e agregar valor a produtos e serviços. Nas grandes economias mundiais, esta forma de contratação de mão de obra já é algo corriqueiro. A prática surgiu nos Estados Unidos, antes da 2º Guerra Mundial e consolidou-se como atividade empresarial nos anos 50 com o desenvolvimento acelerado das indústrias.

O Presidente da República, Michel Temer sancionou na última sexta-feira (31/03), o Projeto de Lei (PL) nº 4.302/98 que versa sobre a terceirização plena e irrestrita, os vetos da proposta foram apenas sobre os pontos que atualizam a legislação do trabalho temporário. O que significa que qualquer atividade poderá ser terceirizada a partir de agora, sem distinção sobre atividade-meio ou atividade- fim.

Entretanto, a Lei estabelece ainda que a fiscalização, autuação e o processo de penalização por irregularidades serão regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Mas, a proposta não retira a responsabilidade solidária entre as terceirizadas e as tomadoras de serviço.

O texto determina ainda que o trabalhador não poderá exercer atividades distintas das estabelecidas em contrato. Os vetos ao texto se limitam ao limite sobre o trabalho temporário a um período de 270 dias e itens como salário, jornada de trabalho e proteção previdenciária, acidentes de trabalho que já estão contemplados na Constituição Federal.
A regularização poderá ser benéfica tanto para trabalhadores que já executam atividades terceirizadas e empresas contratantes que precisam otimizar performance em busca de resultados.


Intelit Service

Desenvolvida com o objetivo de absorver a mão de obra, a Intelit Service atua no mercado e tem como foco atender as necessidades de seus clientes ao alocar mão de obra para otimizar o tempo para que essas instituições consigam direcionar seus esforços para suas atividades importantes. Especializada em outsourcing, a empresa gerencia toda a parte do sistema de ponto, admissão, substituição, e folha de pagamento, gestão do ponto de controle.

Ao contratar a Intelit Service, a empresa poderá se planejar melhor e ter maior eficiência na prestação dos serviços. Além disso, as empresas poderão cobrar desempenho, resultados, produtividade e qualidade na prestação de serviços tudo isso contribuindo para a redução de custos e uso eficiente da força de trabalho.

 

Consultas

http://www.administradores.com.br/artigos/economia-e-financas/vantagens-e-beneficios-da-terceirizacao/26683/
http://www.aster.com.br/blog/facilities/7-beneficios-que-a-terceirizacao-de-servicos-traz-para-sua-empresa/
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2017/04/01/internas_economia,585349/sancionada-terceirizacao-plena-entenda-o-que-muda-no-processo.shtml

23 Mar 2017 Família Intelit recebe convidados da ABEP-TIC

O jantar promovido pela empresa reuniu a equipe comercial e representantes da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de TIC

Nesta quarta-feira (22/03), o VP Sales, Heverton Ferreira e a equipe comercial da Intelit realizaram um jantar no Rubaiyat para os diretores técnicos e gerentes filiados a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação, ABEP-TIC. Durante a ocasião, Ferreira destacou a importância dessa aproximação e agradeceu a presença de todos os convidados. "A família Intelit agradece o prestígio de vocês nesse jantar de recepção que organizamos para vocês se sentirem acolhidos em nossa Capital Federal. Toda nossa equipe está a disposição de vocês para o que precisarem."

O diretor ainda salientou da importância de estreitar o relacionamento com os integrantes da ABEP. "Esse é o primeiro ano do evento que entramos como patrocinadores oficiais, teremos outros encontros ao longo do ano, e acredito que será uma relação duradoura e que gerará muitos frutos."

O presidente da Associação da Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí e vice-presidente de Tecnologia da ABEP, Romero Guimarães (ATI-PI), fez um breve discurso agradecendo às boas vindas a Brasília. "Quero agradecer em nome de todos os integrantes da ABEP a vocês (Intelit) pelo convite. Nos sentimentos muito acolhidos com essa iniciativa e esperamos bons resultados dessa edição."

O encontro ABEP do mês de março ocorre, nesta quinta-feira (23) e sexta-feira (24), em Brasília. Com foco exclusivo entre associados e patrocinadores, diversos temas são discutidos, tais como os painéis, o do diretor do Sistema Único de Saúde (SUS), sobre a Disponibilização de Bases de Dados e Bussiness Inteligence do SUS para estados e municípios, assim como a Informatização das Unidades Básicas de Saúde, Joaquim Costa.

09 Mar 2017 Empresas tem investido em segurança da informação

De acordo com a consultoria Gartner, os gastos mundiais atingem U$ 81,6 bilhões por ano, o montante representa alta de 7,9% no comparativo 2015/2016

A perspectiva é que o mercado aumente cada vez mais. Até 2020, a projeção é de crescimento entre 5% a 10% para indústrias que desenvolvem softwares e serviços de segurança de dados. As empresas tem buscado soluções por softwares que detêm tentativas de roubo de informações, dados e combata possíveis tentativas de invasão.

Seguindo este cenário, a unidade de negócio Vood desenvolveu um leque de soluções em Segurança de Informação que atendem a essa demanda crescente do mercado. Entre estas ofertas de produtos, serviços e soluções que a Vood oferece estão destacados: Vood UTM, Análise Forense, Auditoria , Treinamento, Consultoria , Gestão de Incidente e vulnerabilidade, entre outros.

"Viemos para competir com as ofertas que existem no mercado, entre os diferenciais competitivos, estão: a solução customizada de acordo com a necessidade da empresa, fácil administração, suporte 24 horas/7 em português, Gestão e Administração Centralizada, Segurança dos Dispositivos móveis, Autenticação Centralizada, Dashboards e Relatórios Customizados Baixo Custo ", explica o diretor executivo, William Guiraldelli.

VOOD

A unidade de negócio VOOD surgiu, em 2016, a partir de uma janela de oportunidade na Secretaria de Estado de Planejamento do Estado do Piauí (Seplan-PI). A empresa engloba um portifólio em segurança da informação e Defesa Cibernética com serviços e soluções que já está sendo implementados nos estados. O modelo promete conquistar o mercado privado com sua inovação e ferramenta de fácil administração. Para o diretor técnico, João Fadder, o Vood possui diferentes opções de usabilidade e acessibilidade, variando conforme a necessidade do cliente.

22 Fev 2017 Ampliando a inserção nacional

Intelit se reúne com representantes das entidades estaduais de TIC em São Paulo

Entre os dias 16 e 17 de fevereiro ocorreu em São Paulo, a 137ª Reunião do Conselho de Associadas (ROCA) da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC). O VP Sale da Intelit Processos Inteligentes, Heverton Ferreira, o executivos de soluções Oracle, Alexandre Piano e o gerente de contas, Rodrigo Moraes apresentaram o painel: "Solução para incremento da arrecadação dos estados brasileiros".

Durante os dois dias do evento, os executivos da Intelit participaram da Interactive Room junto aos representantes das entidades estaduais. "Foi muito positivo o encontro, pois possibilitou muitas conversas com representantes de TI e gestores das diversas regiões do País de forma mais centralizada e com foco em assuntos de interesse do público-alvo", explica o VP Sales da Intelit, Heverton Ferreira.

Para ele, o espaço de diálogo entre representantes dos estados e empresas de TI possibilita explicar as ferramentas de forma a otimizar os recursos financeiros. "Saímos com um balanço positivo dessa reunião com cinco agendas já programadas entre visitas técnicas e comerciais", apontou o VP.

Próximos encontros

A ABEP tem atuação desde 1977 e reúne entidades de TIC da área pública de todos os estados brasileiros. Como princípios fundamentais a Associação tem como principais papéis: fomentar a TIC na área pública, como instrumento para aumentar a produtividade do Estado, integrar e compartilhar esforços e recursos de TIC entre afiliadas de Estados, Governo Federal e Municípios. Difundir a tecnologia nacional, manter o intercâmbio com associadas nacionais e internacionais, cooperar com organismos de formulação de políticas, padrões e normas de informática.

O próximo encontro ocorrerá nos dias 23 e 24 de março, em Brasília, e será a Reunião do Fórum de Diretores Técnicos e Gerentes Técnicos das organizações vinculadas a ABEP e patrocinadores oficiais.

Pagina 1 de 2

Fale Conosco

INTELIT PROCESSOS INTELIGENTES LTDA

Sede Brasília  - CRS 514 Bloco C Entrada 49 Sobreloja, Brasília - DF, 70380-535
Telefone: (61) 3327-3777
Email de contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
u
Para mais informações, clique aqui.

Filial Petrolina  - Avenida Presidente Tancredo Neves, nº 1064, 2º andar, apt. 2 – Ed San Francisco – Centro – Petrolina – PE
CEP: 56.306-410 - Telefone: (87) 3861-3556

Filial Teresina
Av. Jóquei Clube, Eurobusiness, Sala 1307 - Jóquei, Teresina, PI - Telefone: (86)3085-2409
 

Filial Goiânia - Edifício Metropolitan, Torre Tokio, Sala 1817 – Jardim Goiás – Goiânia - Telefone: (62)3626-4030

 

Localização